Entre em contato com um de nossos especialistas!

Conheça os aspectos considerados em um projeto de paisagismo

Um bom projeto de jardinagem e paisagismo vai muito além da criação de áreas verdes. É preciso, acima de tudo, elaborar espaços vivos e que atendam a certos critérios. Por isso, algumas características são essenciais quando falamos em paisagismo.

A equipe contratada realizará a avaliação de diversos pontos para poder definir qual é a melhor maneira de proceder. No final, isso ajuda a garantir resultados melhores.

Sabendo disso, veja quais são os pontos mais importantes na elaboração de um projeto de paisagismo.

As condições e a topografia do solo estão entre as prioridades

Considerando que o projeto seja realizado em uma área externa, um dos pontos críticos envolve as características do solo. É preciso saber, por exemplo, se ele é ácido ou não, se tem os nutrientes certos e quais são as suas necessidades.

Alguns desses pontos podem ser corrigidos mediante tratamento do terreno e fertilização. No entanto, outras características, como a capacidade de reter água, interferem na escolha das espécies.

O relevo também é importante. Áreas de talude exigem plantas que ofereçam mais estabilidade. Assim, evitam-se movimentações indesejadas.

O clima na região determina a seleção das espécies

Outra característica considerada para um projeto de paisagismo é o clima local. Se as chuvas forem frequentes ou se as temperaturas forem mais elevadas, por exemplo, é necessário contar com plantas que suportem essas condições.

Também deve-se pensar na variação ao longo das estações do ano, para entender se haverá algum momento em que a planta ficará menos atraente, por exemplo.

Mesmo para assentar grama isso é importante, já que algumas espécies não toleram geadas, por exemplo.

A incidência solar é fundamental em um projeto de jardinagem e paisagismo

O clima dá uma indicação, mas não diz tudo sobre a incidência solar. Afinal, uma cidade pode ser muito quente e, ainda assim, o local do projeto de jardinagem e paisagismo ter muita sombra.

Portanto, é feita uma avaliação sobre o nível de luminosidade e a quantidade de horas, por dia, em que o sol incide diretamente. Com isso, podem-se selecionar plantas de meia-sombra, sombra ou sol pleno.

O espaço disponível também interfere nas decisões

Não menos importante, o projeto de paisagismo tem que considerar qual é a área que ele será implementado. Se a região for pequena, é preciso ter cuidado com a competição de raízes por nutrientes.

Um espaço mais amplo, por outro lado, pede equilíbrio de volume e tamanho, para garantir a proporcionalidade. Sendo assim, é preciso considerar quais são as características específicas para preencher o local da melhor maneira.

A finalidade de uso do ambiente dá o tom do projeto de paisagismo

A aplicação de jardinagem e paisagismo pode ter diversos fins. A elaboração de uma área verde pode servir para estabilizar taludes ou mesmo para colocar em prática o reflorestamento, por exemplo. 

Nesse caso, além de pensar na função, será preciso conhecer as espécies nativas, por exemplo.

Já o paisagismo em um shopping busca criar experiências e gerar destaque, então as escolhas serão diferentes. Portanto, a intenção com a contratação não pode ser esquecida.

Um bom projeto de paisagismo considera diversos fatores sobre o local e os objetivos com a sua realização. Assim, é possível selecionar as melhores espécies e alcançar o resultado desejado.

Se quiser saber por que vale a pena investir nessa parte, veja os motivos para executar um projeto de jardinagem e paisagismo.



  • Rio de Janeiro
  • São Gonçalo
  • Duque de Caxias
  • Nova Iguaçu
  • Niterói
  • Belford Roxo
  • São João de Meriti
  • Campos dos Goytacazes
  • Petrópolis
  • Volta Redonda
  • Magé
  • Itaboraí
  • Mesquita
  • Nova Friburgo
  • Barra Mansa
  • Macaé
  • Cabo Frio
  • Nilópolis
  • Teresópolis
  • Resende