Entre em contato com um de nossos especialistas!

Grama em tapete: quais as condições de solo ideal?

grama em tapete é uma possibilidade que chegou ao Brasil há poucas décadas. Essa solução consiste em um produto que é, exatamente, o que diz o nome.

O produto é feito com uma base adequada e com grama já cultivada no topo. As “placas” são distribuídas no local de interesse e, depois, deve haver um cuidado para o desenvolvimento. Assim, são alternativas que substituem bem outras soluções e trazem praticidade.

Para funcionar, entretanto, o produto requer condições específicas do solo. A seguir, veja quais são as qualidades exigidas para o uso da grama em tapete.

Limpeza completa do solo

Para garantir a boa “pega” do produto, é fundamental que o terreno esteja completamente limpo. Primeiramente, significa tirar entulhos, restos de materiais de obras, tocos e pedras.

Além disso, é indispensável retirar outras plantas. As ervas-daninhas devem ser arrancadas e o problema, tratado. No caso de capim, pode ser conveniente usar soluções definitivas para que não ocorra infestação.

Aeração da terra antes da aplicação da grama em tapete

O processo de formação radicular é determinante para que o produto ofereça o resultado ideal. Se as raízes não conseguirem crescer ou se fixar, a morte do tapete verde será inevitável.

Para garantir uma boa qualidade, é fundamental aerar a terra, que deve estar limpa. Isso pode ser feito com enxadas, pás ou máquinas, de modo a remexer até certo nível de profundidade. Com a oxigenação, o desenvolvimento será melhor.

Inclusive, o solo não pode estar muito molhado. Se estiver encharcado, será impossível fazer o posicionamento e garantir os resultados esperados.

Nivelamento do terreno

Depois de lutar contra a compactação, o próximo passo consiste em dar atenção ao nível do solo. Para a grama em tapete ficar adequada, ela precisa ser posicionada corretamente no chão, o que significa que não devem haver volumes extras em qualquer ponto.

O truque é realizar um nivelamento, para deixar a área o mais plana possível. Ao mesmo tempo, isso não pode significar um solo muito unido. Em vez disso, é melhor acertar a altura com a inclusão de terra argilosa e adequada.

Fertilização e adubação completas

Os solos brasileiros são, em sua maioria, ácidos. Isso diminui a disponibilização de componentes para o desenvolvimento, então é algo que deve ser corrigido. A fertilização ajuda a corrigir o grau de acidez e ainda melhora os nutrientes que podem ser absorvidos pela grama em tapete. Além disso, vale a pena realizar a adubação, que torna a terra mais saudável.

Ambos os processos devem ser executados na medida certa — qualquer falta ou excesso é prejudicial ao desenvolvimento. Para não ter dúvidas, o indicado é contratar uma empresa especializada, pois ela poderá definir o jeito certo de lidar com esses processos.

Como vimos, a grama em tapete é um produto conveniente e ideal para quem busca um gramado verde e sem complicações. Para que os resultados sejam positivos, o solo deve ter algumas condições que favorecerão a instalação bem-sucedida da grama. Lembre-se que com o apoio de especialistas, fica mais fácil alcançar o visual esperado.

Está procurando a empresa certa para seu projeto de engenharia? Acesse agora o site da AMP Engenharia!



  • Rio de Janeiro
  • São Gonçalo
  • Duque de Caxias
  • Nova Iguaçu
  • Niterói
  • Belford Roxo
  • São João de Meriti
  • Campos dos Goytacazes
  • Petrópolis
  • Volta Redonda
  • Magé
  • Itaboraí
  • Mesquita
  • Nova Friburgo
  • Barra Mansa
  • Macaé
  • Cabo Frio
  • Nilópolis
  • Teresópolis
  • Resende